Oi!
ComicsListas

5 Curiosidades Sobre Stan Lee

Stan Lee foi um dos maiores nomes da indústria cultural de todos os tempos. Seu trabalho vai muito além dos quadrinhos, mas também possui colaborações no cinema e na literatura, sem contar todo o seu legado na criação de personagens que hoje ajudam a inspirar uma quantidade imensa de pessoas.

Essa semana faz um ano que o gênio não esta mais presente fisicamente entre nós, mas com certeza as suas criações nos impactam diariamente.

Para celebrar as suas criações e a sua obra, vamos relembrar 5 curiosidades sobre Stan Lee e a sua obra.

1 – Escrevendo Obituários

Seu primeiro trabalho foi escrevendo, mas não o que você imagina, ele escrevia obituários para o Centro Nacional de Tuberculose. Além de redator, no mesmo local, ainda desempenhava as funções de office boy.




2 – O Primeiro Herói

O primeiro trabalho de Stan Lee com heróis foi como redator preenchendo alguns balões da 3ª edição do Capitão América (imagem a esquerda). Mais adiante na 5ª edição ele passou para Escritor também em um arco do “Cap”.

3 – Joan a Salvadora

Joan foi o grande amor  da vida de Stan Lee. Quando ele pensou em desistir dos quadrinhos foi ela que o incentivou a não desistir, mas não só isso, mas também a criar personagens diferentes como ele quisesse. Na época os personagens eram semi deuses, perfeitos. Depois dessa conversa Stan Lee começou a criar personagens mais humanos, com problemas com um aspecto mais humano.

4 – A primeira aparição nos cinemas

Muitos acham que Stan Lee começou sua trajetória no cinema participando dos filme da Marvel, mas na verdade foi muito antes disso em um filme chamado “Barrados no Shopping” (Mallrats) onde ele interpreta ele mesmo, mas antes disso ele já tinha participado do telefilme “O Julgamento do Hulk”.


5 – Quebrando Paradigmas

Na década de 50 foi criado o Comics Code que regulava diversas temas que não poderiam ser citados nos quadrinhos. Incentivado pelo Departamento de Saúde dos Estados Unidos, Stan Lee escreveu uma história do Homem Aranha que abordava o assunto “drogas”. Os censores do Código logo proibiram a edição, mas mesmo assim, Stan acreditava na importância da história e publicou. E com esse gesto as histórias voltaram (aos poucos) a abordar assuntos considerados delicados, mas importantes para a sociedade.

6 – Escrevendo para a DC

Em 2001 após alguns problemas com a Marvel Stan Lee se afastou da empresa e a concorrência viu uma grande oportunidade, dai veio o “Just Imagine”, onde ele reimaginou os personagens da DC.